O deputado Fernando Rodolfo (PR-PE) ocupou a tribuna do plenário nesta quinta-feira (11) para solicitar do DNITT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) pressa no processo de licitação da duplicação da BR-423, entre São Caetano e Garanhuns, atendendo “antiga reivindicação de mais de um milhão de habitantes do Agreste Meridional”..

Ressaltou, no discurso, que a obra, uma promessa do governo federal que se arrasta há oito anos, não apenas dará maior segurança a uma rodovia que registrou mais de 90 acidentes no ano passado, vários deles fatais, como contribuirá para o desenvolvimento da região. “A duplicação é fundamental para melhorar a infraestrutura e a logística, atraindo novas empresas e, em consequência, gerando mais empregos e progresso”, assinalou.

Santos Filho disse ainda ao deputado pernambucano que a empresa que vencer a licitação para fazer o projeto executará também a obra, o que tornará o processo mais rápido.  De acordo com o DNIT, a última estimativa dos custos da duplicação dos 80 quilômetros do trecho entre São Caetano e Garanhuns é da ordem de R$ 600 milhões, com previsão de conclusão em dois anos e meio.

Em audiência com o diretor-geral do DNITT, general Santos Filho, no mês passado, Fernando Rodolfo foi informado de que estão garantidos, este ano, R$ 10 milhões para a elaboração do projeto de duplicação.


Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support